O empresário Paulo Girardi quer criar uma Villa anexa às videiras. Foto Ellen Lima

A Fazenda Amazonas, localizada a 8 minutos do centro de São José do Rio Preto, realiza no início de agosto, sua vindima (colheita de uvas).  O local é o único vinhedo na região de Rio Preto e cultiva uvas Cabernet Sauvignon e Syrah para produção do vinho Spirituallis.

O empreendimento do vinho é um hobby do empresário Paulo Girardi, que nos recebeu na fazenda e anunciou que sua próxima novidade é um projeto imobiliário idealizado pelo arquiteto ex-prefeito de Curitiba, Jaime Lerner. Trata-se de núcleo de lotes urbanizados com lançamento previsto para 2021 e que será comercializado em parceria com a Emais construtora (grupo Tarraf). O objetivo é oferecer opção de moradia no campo com qualidade de vida e conforto.

A fazenda deve sediar ainda um outro projeto que sairá do papel em 2022. “Vamos lançar casas e apartamentos, com toda infraestrutura, anexo à área de cultivo das uvas”. A ideia é inspirada em moradias que existem na Argentina e Europa, uma espécie de Villa na qual os moradores acompanham o cultivo das uvas.

Por enquanto, a Amazonas se prepara para a colheita 2020. A expectativa é produzir 800 garrafas do Spirituallis. “Vamos ter um excelente vinho nesta safra, as uvas estão ótimas”, avalia Paulo Girardi.

O Spirituallis é um vinho para consumo exclusivo dos Girardi, um tinto com blend 60% Cabernet Sauvignon e 40% Syrah, engarrafado na EPAMIG – Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, em Caldas, no Sul de Minas.

Paulo Girardi também prepara o plantio de mais videiras de Syrah para conseguir um blend com 70% Syrah e 30% Cabernet Sauvignon nas safras futuras. A vindima Amazonas é uma festa disputada, mas neste ano os Girardi não ainda definiram se terão convidados, devido à quarentena.