Em 2019 a Movinter atraiu 4,5 mil visitantes e movimentou R$32 milhões. Foto divulgação

A Movinter, considerada uma das maiores feiras do setor moveleiro do Brasil, não será realizada neste ano. Diante da crise deflagrada pelo Coronavírus, os organizadores decidiram adiar para 2021.

Seria a 3a. edição do evento, que estava previsto para acontecer entre 19 e 21 de maio, no shopping Iguatemi. Oitenta por cento dos espaços estavam comercializados. “Não sabemos como ficará a situação do país no próximo semestre, seja nos negócios ou nos cuidados para as pessoas não contraírem a Covid-19”, destacou Maic Caneira, da Matic Móveis, um dos organizadores da Movinter.

Consolidada no setor, a Movinter 2019 recebeu 4,6 mil visitantes entre lojistas e profissionais do ramo moveleiro e movimentou R$32 milhões em negócios. Participaram expositores de Estados como Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.

O pólo moveleiro de Mirassol representa 54% das empresas do noroeste paulista e possui 7 mil trabalhadores. O forte na região é a produção em MDF e em série. Essas empresas atendem o mercado nacional e atendem países de continentes como o americano, América do Sul, África e Oriente Médio.