Vários associados da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Rio Preto integram as duas seleções. Foto divulgação

Neste final de semana, a seleção brasileira conquistou o título do Master do Campeonato Mundial de Futebol Médico, disputado no México. Na categoria principal, o Brasil ficou em sexto lugar entre as 20 seleções participantes. Vários associados da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Rio Preto integram as duas seleções. Na categoria Master entraram em campo os doutores Gerson Ignácio, João Carlos Leal, Guy Soaresde Sordi e Kassei Vasconcelos, que atuou como goleiro. No time principal jogaram Geovanne Furtado e Gustavo Costa, além de Kassei que atuou nas duas categorias.

Foi o primeiro título do Brasil na categoria máster. Já na principal, a seleção brasileira é pentacampeã, tendo conquistado os títulos das edições 2004, 2005, 2006,2007 e 2014.

Este ano, o Mundial reuniu equipes de 20 países das Américas, Europa, Ásia e Oceania. O Campeonato foi disputado pela primeira vez em Barcelona (Espanha), em 1995, sendo criado pelo médico Ferran Morell, professor titular de Pneumologia no Hospital Universitari Vall d’Hebron (Faculdade de Medicina Universitária Autônoma de Barcelona).

Por 10 anos consecutivos (1995-2004) o campeonato foi realizado na região da Catalunha, na Espanha, e, desde então, já teve a participação de 36 equipes médicas de todo o mundo, que se reúnem “não apenas para jogar futebol”, mas também, como afirma a organização, “para fazer amigos”. Paralelamente ao torneio, acontece o Simpósio sobre Medicina em Saúde e Esporte, para o qual todos os jogadores são convidados a apresentar sua experiência em qualquer área médica por meio de slides de comunicação oral ou uma exibição de pôster.