O Hospital de Base de Rio Preto: centro médico de referência nacional e o segundo em número de leitos de UTI pelo SUS. Foto divulgação

O Hospital de Base de Rio Preto, referência em atendimento médico gratuito no Interior de São Paulo, acaba de anunciar 21 novos leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI) para atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), saltando de 77 para 98 leitos. Desta maneira, (o HB) segue como 2º hospital do Estado de São Paulo em números de leitos de UTI, só atrás do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Para este novo investimento, o hospital irá receber um incremento de R$ 3,1 milhões no repasse anual para o SUS. A partir de agora, os pacientes que necessitam de tratamento intensivo vão recebê-lo em uma Unidade inteiramente voltada para isto. “Alguns pacientes recebiam tratamento intensivo no Pronto Atendimento, por exemplo, até que surgisse uma vaga em uma UTI. A partir de agora, conseguiremos oferecer um leito dedicado, em uma Unidade de Tratamento Intensivo, com equipes médica e multiprofissional especializadas para atendê-lo, em um só lugar”, explica Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Fundação Faculdade Regional de Medicina, Funfarme – mantenedora do hospital.

“Os novos leitos já funcionam há cerca de um ano, mas são mantidos com recursos da própria Fundação. Com esta verba, o Serviço de Tratamento Intensivo se consolida e amplifica o atendimento aos usuários do SUS”, completa o diretor executivo.

O anúncio do recurso proveniente do Governo Federal foi feito pelo ministro da Saúde, Gilberto Occhi, durante visita a Rio Preto, na última segunda-feira (10), quando anunciou um pacote de investimentos destinados à cidade.

“Nós lutamos muito por isso com diversas viagens técnicas até Brasília. Mas com a crise na Saúde do País em que o normal é fechar leito de UTI, abrir novos é uma esperança, um verdadeiro presente de Natal”, afirmou a diretora administrativa do HB, Amália Tieco Sabbag.

Hospital de Base Rio Preto

O Hospital de Base de Rio Preto é um dos maiores hospitais escolas do Brasil. Possui um total de 715 leitos de internação, destes 114 leitos de UTIs (entre SUS e Convênio). São 28 salas de cirurgia e um total anual de mais de 40 mil atendimentos, 86 mil atendimentos emergenciais e 1 milhão de exames laboratoriais.