O fogo se alastrou, mas foi contido rapidamente e não houve vítimas.

O incêndio que atingiu o Centro de Distribuição do Grupo Furlan, na madrugada desta quarta-feira (14) em S.J.Rio Preto,  poderá resultar na demolição do prédio. Os bombeiros ainda farão perícia para descobrir as causas do acidente, mas descartaram incêndio criminoso.

O grupo Furlan, através da assessoria de imprensa, disparou uma nota informando que o prédio do seu Centro de Distribuição localizado na Rua Coutinho Cavalcanti ainda está passando por vistoria do Corpo de Bombeiros e o laudo vai indicar se o local terá de ser demolido ou recuperado.

O fogo teve início por volta das 3 horas e foi controlado rapidamente. Não houve vítimas. O incêndio não atingiu nenhuma loja da empresa, mas sim o Centro de Distribuição onde fica o estoque.

No local, trabalhavam aproximadamente 30 pessoas, mas no momento do incêndio o prédio encontrava-se vazio. “Todos os colaboradores já foram realocados na matriz e estão colaborando com nosso plano de contingência para não afetar o atendimento ao público”, explica Waldenir Brunhara, gerente de Marketing da Furlan. Segundo o gerente, nenhum colaborador será desligado em função do acidente.

A Furlan Auto Peças possui seguro, e agora, está fazendo o levantamento dos prejuízos financeiros. “Ainda não temos uma estimativa, mas nas próximas horas teremos um levantamento completo do que foi perdido, qual o valor financeiro disso tudo e os próximos passos junto a nossa seguradora”, garante Brunhara. “Toda documentação da empresa, como habite-se e vistoria do Corpo de Bombeiros, estavam em dia. Isso tudo deve facilitar este levantamento”.

Ainda esta semana, o prédio deverá passar por perícia para confirmar se será demolido para construção de um novo Centro de Distribuição. Segundo Brunhara, isso não impactará na operação da empresa. “Cada filial da Furlan Auto Peças possui o seu próprio estoque, assim como nossa matriz, na Av Nossa Senhora da Paz. Não vamos parar e o atendimento segue normalizado”, completa.

A diretoria da empresa informa ainda que toda sua equipe foi acionada para tranquilizar a comunidade onde o incêndio aconteceu. “Agora, o mais importante é garantir que o atendimento e a eficiência que sempre foram prioridade para as Empresas Furlan, nos últimos 45 anos, sejam mantidos”, conclui o gerente.

 

COMPARTILHAR