O festival traz orquídeas raras de vários países, além de outras flores.

Até o dia 23 de julho o Riopreto Shopping sedia o Festival de Orquídeas, que traz flores raras, como a  Grammatophylum – a maior orquídea do mundo. Trata-se de uma parceria como Orquidário Beija-flor, de Araraquara, que traz ainda as raras orquídeas das montanhas equatorianas e os perfumados cachos de Rynchostillis dos Himalaias.

Lá estão também as raras Dráculas, mais conhecidas como cara de macaco, Maxillaria schunkeana ou Orquídea Negra, Vandas aéreas dos pântanos tailandeses, orquídeas Angraecum do Madagascar, que influenciaram a teoria da evolução de Darwin, pois são polinizadas por uma mariposa que possui uma língua de mais de 30 centímetros. E a panamenha Peristeria elata, conhecida pelo formato de pomba dentro da flor e como Orquídea Espírito Santo.

Da Austrália tem a Cimbidium Pendente, que é a única do gênero que gosta do calor e chega a dar cachos de mais de um metro. Outra curiosidade são as Orquídeas Havaianas que florescem até quatro vezes por ano e todos acessórios necessário para cultivo, adubação, eliminação de pragas e fungos, vasos e cachepôs.

O Festival, considerado um dos maiores do estado de São Paulo, também contará com 3 mil flores de variadas espécies, terrários e mini jardins, além das interessantes e cobiçadas plantas carnívoras, cactos e suculentas para colecionadores.

Realizado em vários lugares do Estado, como Ribeirão Preto, Itu, Sorocaba, Araraquara, Marília, Bauru, é a primeira vez que o Festival de Orquídeas acontece em São José do Rio Preto.