Miriam Leitão permaneceu calada enquanto petistas gritavam ameaças.

O assunto do dia nos bastidores da imprensa nacional foi o ataque sofrido pela jornalista Miriam Leitão por delegados do PT, num voo entre Brasília e Rio de Janeiro, na noite de ontem (12). A jornalista relata, em artigo publicado no jornal O Globo, como teve sangue frio para suportar gritos, ameaças e empurrões na poltrona onde sentou, num voo da Avianca rumo à capital carioca. Confira o relato aqui.