A nova diretoria com Eleuses Paiva: o poder é deles.
A nova diretoria com Eleuses Paiva: o poder é deles.
Diretores com dr.Braile e o prefeito Edinho Araújo: apoio declarado na eleição.
Diretores com dr.Braile e o prefeito Edinho Araújo: apoio declarado na eleição.

Instituição responsável pela fama de S.J.Rio Preto de cidade referência em medicina, a Funfarme – Fundação Faculdade de Medicina de Rio Preto,  deu posse, nesta quarta-feira (29), a novos diretores. Funfarme é um complexo hospitalar formado pelo HB (Hospital de Base), HCM (Hospital da Criança e Maternidade), Ambulatório de Especialidades, ICA (Instituto do Câncer), Hemocentro e Instituto de Reabilitação Lucy Montoro. Os hospitais são referências em atendimento de traumas, transplantes de órgãos, gestação de alto risco e pediatria.

Quem são eles

O novo líder da nave referência em medicina não tem nada de novo no cargo: Jorge Fares já comandou o HB mais de uma vez e faz revezamento com Horácio Ramalho há anos.  Ele e Luiz Sérgio Ronchi foram eleitos, respectivamente, para diretor executivo e vice-diretor executivo da Funfarme, após serem escolhidos, por unanimidade, pelos membros do Conselho Consultivo da Fundação, em eleição realizada na última segunda-feira (27). Eles vão comandar tudo no sistema durante mandato de quatro anos (2017/2021) e vão suceder Horácio José Ramalho e José Luis Esteves Francisco, que estiveram à frente da Diretoria Executiva da Funfarme em duas gestões.

Poder

O Hospital de Base integra um dos maiores complexos hospitalares do Estado de São Paulo, com mais de 80% do atendimento dedicado a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). O papel desses diretores não consiste apenas em administrar pacientes, pesquisas, hospital-escola, verbas e papéis. Eles são políticos de jaleco, que têm de ir atrás de recursos para ampliar e manter o funcionamento da estrutura. Seu amplo poder os leva a serem bajulados por deputados, prefeitos, vereadores e afins. Por enquanto nesse trono tem sentado sempre os integrantes de um mesmo grupo, que tem como um dos maestros o médico Eleuses Paiva, atual vice-prefeito de Rio Preto. Sim, o HB é um grande trampolim político comandado por um grupo restrito e quase totalmente inacessível a novatos.

Área de abrangência 

Os diretores eleitos vão administrar as duas instituições que atendem a 102 municípios, de Rio Preto, Araçatuba e respectivas regiões, com uma população de 2 milhões de habitantes. Somente no HB são realizados, em média, 53 mil atendimentos mensais e 2.680 cirurgias no mês. O HCM realiza quase 4 mil partos por ano e 2.170 cirurgias pediátricas anuais. É sim, um centro de referência em medicina, mas também uma casta de médicos acostumados a fazer política interna e… externa.