De barco, de lancha, de van: Fred conta sua experiência na Tailândia.
De avião, barco, de lancha, de van: Fred conta sua experiência na Tailândia.
A expedição foi junto com  os 10 amigos da turma dos "Marvados".
A expedição foi junto com os 10 amigos da turma dos “Marvados”.

Ele passa o ano mostrando o que é bem bom para se viver em S.J. Rio Preto. Ele está na TV, no rádio e no próprio jornal, com sua coluna social. Jornalista multimídia riopretense, Frederico Tebar tirou 10 dias para esquecer as baladas, os points da moda e as novidades de mercado para ir longe, muito longe. Ele foi conhecer as paradisíacas praias da Tailândia. Como bom turista, não resistiu e andou até de elefante. Ele conta que o programa (andar de elefante) é diferente, mas não é tão bom assim. Vem saber…

Política e afins – Por que férias na Tailândia?

Frederico Tebar – É um país que recebe turistas do mundo todo e tem muito do que o brasileiro gosta: clima tropical, praia e agito.

P&afins – Aquela é a região de tsunamis. Em algum momento você se lembrou disso ou teve medo?

Fred – Aquele tsunami gigantesco que atingiu a Tailândia e outros países da Ásia foi em 2004; de lá para cá o país foi todo reconstruído. Andando pelas ruas é comum encontrar sinalização dizendo “em caso de tsunami siga para lá”, mas não senti medo não. Acho que ninguém que vai para lá pensa muito nisso, senão creio que não iria.

P&afins – Qual o lugar mais te impressionou?

Fred – Diferente do que me falaram a capital, Bangkok, é organizada, segura, limpa e hospitaleira. Pelo menos essa foi a impressão que tive nos dias em que estive lá. As praias – Phi Phi Island – são realmente as mais bonitas do mundo. É tão difícil chegar lá… avião, van, balsa, barco, lancha…que, talvez por essa dificuldade de acesso, o ser humano ainda não deu conta de destruir.

P&afins – Andar de elefante é uma experiência inesquecível? Vale a pena?

Fred – O elefante é considerado animal sagrado na Tailândia. Ele aparece em diferentes momentos. Andar, alimentar e até dar banho são algumas dos programas sugeridos.  Acabei dando uma voltinha, mas não é dos passeios mais confortáveis…

P&afins – A Tailândia é um lugar onde todos devem ter como rota para visitar nesta vida?

Fred – O brasileiro tem ido cada vez mais. Me encontrei com muitos…até rio-pretense, sem querer, esbarrei por lá. Fomos em 10 amigos e todos voltaram indicando a viagem.

P&afins – E a comida? Como foi sua experiência gastronômica nas ilhas?

Fred – A gastronomia tailandesa é fortemente apimentada. Mas, por receberem turistas do mundo todo, existe um cardápio internacional.  Tem ótimos restaurantes de cozinha contemporânea e pelo fato da moeda local ser bem mais desvalorizada que o real, tudo lá é extremamente barato para nós. Um dos poucos lugares do mundo onde o brasileiro “converte e se diverte”.  

P&afins – Quais os pontos da viagem você faria de novo? 

Fred – Pelo que vejo, a maior parte dos turistas brasileiros faz essa composição: alguns dias na capital e depois segue para as praias. Também acho que Bangkok e as praias de Phi Phi (e todas as outras nos arredores) são imperdíveis.