O HCM – Hospital da Criança e Maternidade, de São José do Rio Preto, inaugurado em outubro pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) inicia suas atividades nesta sexta-feira (15).  É quando o HB começa a transferir os pacientes (SUS, convênios e particulares) da pediatria, obstetrícia, UTI neonatal, emergência e urgência. A partir das 6h30 de sexta-feira, a emergência pediatria do Hospital da Criança e Maternidade já estará funcionando e, a partir das 7 horas, a urgência obstétrica. O centro cirúrgico também inicia suas atividades. Para atendimento de urgência e emergência, estes serviços deixam de funcionar no Hospital de Base. No dia 16, sábado, serão transferidas as UTIs pediátrica e cardiopediátrica. E, a partir de domingo, 17 de novembro, todo o atendimento e serviços de pediatria e obstetrícia estarão funcionando no Hospital da Criança e Maternidade (HCM), não mais no Hospital de Base. O novo hospital será dirigido pelo pediatra Antonio Carlos Tonelli Gusson e pela médica Heloísa Galão. Na foto acima o governador com os artistas na inauguração.

Estrutura

O HCM inicia suas atividades já na condição de um dos mais modernos e bem estruturados hospitais do Brasil, com a capacidade de realizar 4.000 atendimentos/mês, em média. É referência em diversas especialidades pediátricas e em obstetrícia, tendo foco no atendimento de complexidade, entre os quais, gestação de alto risco e nas áreas de neonatologia, ortopedia, cardiologia, cirurgia cardíaca pediátrica e neurologia. Possui oito andares, além de térreo e subsolo, 81 leitos de UTI (42 deles para neonatal), 60 de pediatria, 34 da maternidade, 10 da oncologia pediátrica e 20 para internação de pacientes do Instituto Lucy Montoro, num total de 205 leitos. Ocupa uma área de 18 mil metros quadrados. A Secretaria de Saúde do Estado está investindo R$ 70 milhões no HCM, dos quais R$ 60 milhões foram destinados à construção e R$ 10 milhões estão sendo aplicados na aquisição de equipamentos e mobiliário. O novo hospital integra o complexo hospitalar que compõe o Hospital de Base de Rio Preto.

Na web

O jornal Dhoje, que publica o Diário Oficial do Município, está sintonizado com a

s novas tendências: colocou no ar (recentemente) sua versão digital. O investimento deu resultado: os dados indicam que o site tem recebido algumas centenas de acessos. Para conhecer clique aqui.

Por falar nisso

Fonte do blog informa que o proprietário do Dhoje, Edson Paz, bem que tentou, mas não conseguiu atrair o colunista Nenê Homsi para assinar uma página no jornal. O motivo seria financeiro: Nenê atrai anunciantes de peso e teria que ter o retorno compatível. Infelizmente a conversa não evoluiu.

COMPARTILHAR