O empresário J.Hawilla comunicou oficialmente, na noite de ontem (5), a venda da rede de jornais Bom Dia e do Diário de São Paulo para o grupo Cereja Comunicação Digital. Quem assinou o contrato de compra foi Mário Cuesta. A negociação foi fechada na última segunda-feira (2) por cerca de R$30 milhões. A informação chegou ao blog na terça-feira, mas não tinha sido confirmada. Ontem saiu a confirmação, enviada pelo Grupo Traffic e impressa nos jornais Bom Dia de hoje.

Quem comprou

Desde janeiro, o empresário J. Hawilla colocou à venda a Rede Bom Dia, que publica oito jornais: Jundiaí, Bauru, Sorocaba e São José do Rio Preto, além de uma edição para o ABCD, na região metropolitana de São Paulo. O Cereja Comunicação Digital tem entre seus sócios Mário Cuesta, também dono da editora RMC e da gráfica GMA, em Jarinu (SP). Cuesta fechou negócio com Hawilla e optou por concretizá-lo através da figura jurídica da Cereja Digital. A empresa, de mídia out-of-home, foi criada em 2007  e, entre outras operações, possui monitores em 87 hipermercados Extra, em 17 Estados.